Mais vistos

terça-feira, 26 de agosto de 2014

Dicas de Valle Nevado, Chile

Valle Nevado é uma linda estação de ski localizada a aproximadamente 64 km de Santiago. Porém, por estar no topo da montanha, a subida até lá é um pouco demorada devido as suas curvas bem estreitas, que eles chamam de curva cotovelo.
Em Valle, existem 3 hotéis para hospedagem (veja aqui). São eles, Hotel Valle Nevado, Puerta do Sol e Três Puntas.

Hóteis em Valle Nevado



O primeiro é o mais caro, com as refeições inclusas, acesso as piscinas, saunas e toda infro estrutura do complexo. É também o mais próximo das pistas de esqui. O segundo hotel é mais família, está a 50 metros de distância das pistas e o valor é menor que o primeiro, e o terceiro é estilo apartamento com cozinha e quartos com beliche, e não está incluso nenhuma refeição. A alta temporada vai de junho a agosto. E os hotéis fazem 2 tipos de pacotes nessa época. De terça a sexta ou de sexta a terça.

Transporte para Valle Nevado
Pra quem não for ficar hospedado em Valle, aqui vai uma ótima dica. Quem nos levou até lá em uma Captiva foi o Alejandro. Um motorista chileno muito simpático, que além de nos transportar, também nos levou para alugar roupa, nos ajudou a colocar as botas, tirou fotos nossas e dirigiu bem devagar nas curvas perigosas da estrada. São 45 curvas cotovelos, fora as outras curvas menores. Ou seja, pra quem tem estômago enjoado como eu, prepare o remédio. Eu pedi pro Alejandro parar umas 2 vezes na estrada.

Foto que tiramos da estrada

Pra quem for pra lá e tiver interesse em entrar em contato com ele (pode ser por whatsapp), segue o telefone (+56) 964397506.  O valor que ele cobrou pra levar até Vale foi de 100.000 pesos. Mas estávamos em 6 pessoas. Se for em menos, acho que ele faz mais barato.Para nos leva pro aeroporto, cobrou metade do valor do taxista que pegamos quando chegamos no aeroporto.

Equipamentos e roupas de ski
Agora vou explicar o que é preciso para esquiar.Primeira coisa: roupa. Vá com segunda pele por baixo e mais umas 2 blusas por cima. Eu senti calor e acabei tirando a jaqueta que aluguei, mas se eu tivesse caído na neve, iria me molhar, então é melhor ir com mais roupa do que menos. Fui com meia calça fio 150 (é de lã e tenho várias pra quando viajo. Comprei algumas na Zara e outra na Renner). E por cima da meia calça uma legging e depois mais uma meia grossa nos pés.
Nós alugamos tudo. Calça, jaqueta, bota de esqui, bota de neve, luvas e óculos.
Eu já tinha uma bota de neve (tem que ser com sola de borracha grossa) e uma luva impermeável, então não aluguei esses dois itens. Os equipamentos necessários são: bota de ski, os dois sticks, que são esses pauzinhos na minha mão, e o ski. Quem alugou a roupa toda + equipamento pagou 36.000 pesos. Eu paguei 25.000 pesos, porque não aluguei a bota de neve e nem a luva.

Bota, ski e stick


A luva e o cachecol são meus e o óculo é alugado


A entrada na estação e mais a aula de 2 horas ficou em 58.000 pesos por pessoa. Depois da aula, você pode ficar o tempo que quiser na montanha.
A aula é tranquila e dá pra aprender sim. Ficar em pé no esqui não é difícil. 

Essa pista era de nível intermediário
O problema maior é frear quando você está descendo com um pouco de velocidade e o problema maior é saber controlar o medo de cair e de se machucar. Como é uma montanha enorme, não tem como você descer com alguém grudado do seu lado. É meio que cada um por si. Então se cair e se machucar, tem que esperar outras pessoas passarem por ali ou se virar para levantar. Mas por outro lado, a montanha trás uma paz muito gostosa. Uma sensação de liberdade e calma ao mesmo tempo. Muito legal.
Teleférico pra subir até a pista de esqui


Única coisa que me irritou um pouco foi aquela bota dura que não dá pra andar direito e o fato de ter que levar o esqui no ombro até chegar na pista, ou então quando vai parar pra almoçar. Eu ia andando e batendo meu esqui em todo mundo, sem querer,  porque não aguentava com o peso dele. Pra quem se hospeda lá mesmo não tem esse problema. Porque o hotel fica a 50 metros da pista, e você sai do quarto e já chega na pista. 

Foto tirada do teleférico

O Alejandro sugeriu que levássemos chocolate e comer lá pra dar energia. Eu levei mas comi só quando desci a montanha.  
Levamos lanche porque falaram que a comida lá era cara, mas acabamos comendo lá mesmo. A fome era grande e pedimos o combo de refrigerante, batata e cheeseburguer. O valor desse combo foi 9.000 pesos.



A roupa toda nós alugamos

O dia passa muito rápido na montanha e quando percebemos já era 17hrs. Algumas pistas já estavam retirando as marcações e acredito que as 18hrs eles fechariam todas as pistas.
Descemos para encontrar o Alejandro que estava nos esperando, e voltamos para Santiago. Não pegamos trânsito pois era uma segunda-feira. Me disseram que de fim de semana é melhor descer a montanha antes das 16 hrs porque depois o trânsito é grande.
Essa foi minha experiência em Valle Nevado. Gostei muito. Espero que vocês também gostem. !  !
                                                                                                                                              *

Nenhum comentário :

Postar um comentário