Mais vistos

quarta-feira, 3 de setembro de 2014

Santiago do Chile: o que conhecer e onde se hospedar

Santiago é uma cidade encantadora. Com a cordilheira dos Andes ao fundo, a paisagem de Santiago se torna única, para uma cidade grande. De vários pontos da cidade é possível ver ao fundo as cordilheiras, como se fosse uma pintura de quadro.



Eu sugiro que você descubra Santiago andando a pé ou de metrô. Táxi apenas para andar a noite. Porém cuidado com os batedores de carteira. Todos os chilenos que fomos pedir informações nos recomendaram para tomar cuidado com esse tipo de assalto, e não é que mesmo assim quase fomos roubadas?
Estávamos no centro, entrando no Mercado Central, quando eu senti abrirem minha bolsa e já puxei-a pra frente. Minha amiga percebeu e foi olhar a dela. Estava rasgada com canivete.
Por sorte, fomos rápidas e eles não conseguiram levar nada da gente.
Mas fiquem atentos. Não fiquem com medo pois a cidade é linda e vale a pena andar por tudo.
Vou começar falando dos Cerros.

Cerro San Cristoban

Localizado no centro, perto do Pátio Bella Vista (veja aqui), o Cerro San Cristovan tem a vista mais bonita da cidade. Pra subir o morro é preciso pagar e ir de furnicular, mais conhecido no Brasil como bondinho.
O valor é 6 mil pesos para quem vai somente ao topo. Quem quiser ir ao zoológico o valor é outro. Lá no topo, tem um santuário, mas estava fechado quando fomos.

Este é o furnicular

Vista do Cerro 


Ao fundo está o santuário

Linda vista com a cordilheira ao fundoCerro Santa Lúcia
Localizado no centro da cidade, a altura deste cerro é menor que o do cerro San Cristovan e para chegar até o topo deste, é preciso ir de escadas. Isso mesmo. Não tem furnicular neste cerro. Da outra vez que estive em Santiago, eu encarei as escadas e subi. A vista de lá cima é tão linda como o San Cristovan, porém o caminho até chegar ao topo e a parte debaixo do Santa Lúcia, é mais bonita. O cerro pega um quarteirão todo. Seu portão de entrada é muito bonito e a praça que o rodeia também é linda. 


Vista do cerro Santa Lucia


Essa é a praça que fica na parte de baixo do Cerro

Palacio de La Moneda

Localizado no centro da cidade, o Palacio de La Moneda é a sede da presidência do Chile. É possível marcar horário para conhecer lá dentro, mas eu não sabia então só tirei fotos em frente ao prédio.

La Moneda


Plaza de Armas

É considerada a principal praça da cidade, com algumas esculturas e monumentos e o marco zero de Santiago. Ao redor da praça estão vários prédios históricos como o Museu Histórico Nacional, os Correios e a Catedral de Santiago.

Estava em reforma a praça. Por isso os tablados ao fundo


A Catedral é a construção que mais chama atenção ao redor da praça, pela sua arquitetura e tamanho. Vale a pena entrar, fazer 3 pedidos (diz a lenda que sempre que se entrar numa igreja pela primeira vez, faça 3 pedidos, e eles serão atendidos).  
Fomos num domingo de manhã e além de o altar estar todo enfeitado de flores, teve missa também na capela.

Essa é a capela. Achei lindo o manto de tecido da imagem de Nossa Senhora.

Paseo Ahumada

É a principal rua de comércio do centro de Santiago. Um calçadão, onde estão grandes lojas de departamento como a Ripley, Falabella e Paris (vale a pena entrar em todas). A Ripley tem mais roupas de marca, como Calvin Klein, Ash New York, e outras marcas. A Paris também tem umas marcas legais e a Falabella foi a que menos gostei.


Mercado Central
É um mercado como qualquer outro. Vende frutos do mar, frutas, queijos e tem alguns restaurantes sugeridos por vários blogs para se comer centolla, que é um caranguejo gigante, prato típico do Chile. Mas como eu não gosto, não comi. Uma amiga almoçou dentro do mercardo, neste Donde Augusto (foto abaixo) e disse que os valores são bem salgados e não vale tanto a pena. Sem contar que os garçons ficam atrás da gente insistindo para sentar nos restaurantes. Achei péssimo isso. Mas vale entrar, conhecer e tirar umas fotos.

Esse é o restaurante mais famoso para se comer a centolla

Los Domenicos

Fomos de metro até a estação los domenicos e de lá pegamos um taxi até o bairro de Las Condes para almoçar.
Porém logo que saímos da estação do metro já demos de cara com essa paisagem.
Aqui tem uma praça e uma feira de artesanatos com alguns restaurantes. Pra quem gosta de sossego e artesanato, vale a pena vir dar uma olhadinha.

Praça em frente a estação de metro Los Domenicos

Restaurante dentro da feira artesanal



Museus e Las Chascona
Pra quem gosta de museu, aqui tem o Museu Nacional de Bellas Artes, o Museu de Arte Contemporânea, Museu Nacional de História Natural e o Museu Chileno de Arte Pre-Colombino.
Não fui em nenhum deles. Mas me arrependi de nao ter ido no Museu Pre-Colombino (veja aqui). Nele, contém um acervo de peças da época dos Maias e dos Incas, encontradas por toda a América.
Também não fui na casa que Pablo Neruda comprou pra sua amante, a La Chascona (clique aqui), e me arrependi. Pelo que li, Neruda era apaixonado pelo mar e construiu a casa em formato de barco, com tetos baixos e sala de jantar em formato de navio. 



Onde se hospedar em Santiago do Chile

Comecei a procurar hotéis no Chile e não tinha idéia de que bairro seria melhor me hospedar. Então pedi ajuda pro Paulo, da Premium Tour (clique aqui), e ele me indicou o flat Lastarria suites (clique aqui) com café da manhã.
Localizado no centro de Santiago, bem na rua do Cerro Santa Lúcia, é um complexo de vários prédios e em um deles está o flat Lastarria suites. O nosso apartamento era duplex, com cozinha e sala com sofá cama e uma cama de solteiro e no andar de cima 1 suite, com cama de casal, banheiro e closet. Tinha serviço de quarto todos os dias, o que achei muito bom por ser flat. O café da manha era numa padaria na esquina do hotel. A gente levava um vale todas as manhãs e era servido pra gente café com leite, café, leite, suco, chá e um lanche de pão com peito de peru e queijo. O preço do flat era o melhor. Pagamos R$ 300,00 por dia pra um apartamento de 3 pessoas.


Foto da parte de cima do duplex

Foto da cozinha (a sala com sofá cama era no canto direito desta foto, mas não encontrei foto no site pra mostrar pra vocês)

Alguns aparelhos de ginástica 

Piscina e sauna
É isso ae galera. Espero que tenham gostado das dicas de Santiago. Em breve vou postar sobre as vinícolas e shoppings ao redor de Santiago. Não percam. Beijinhos









6 comentários :

  1. lindas fotos e boas dicas..adorei

    ResponderExcluir
  2. preciso conhecer o Chile....

    ResponderExcluir
  3. Eu fui e usei as suas dicas e amei la! Mto lindo me apaixonei! ��❤️

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Que legal. Que bom que gostou. Santiago é encantador.

      Excluir